AMP Acelerate Mobile Pages e Pagespeed Insights do Google: Entenda a diferença

Faça uma avaliação
Gratuita

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
AMP Acelerate Mobile Pages e Pagespeed Insights do Google: Entenda a diferença
Conteúdo Desenvolvido por:
comercial@webceo.br.com

AMP Acelerate Mobile Pages e Pagespeed Insights do Google: Entenda a diferença

Enquanto o Google Pagespeed Insights é uma ferramenta usada para avaliar o desempenho de um site em diferentes dispositivos (o que é muito importante para SEO), o AMP, Acelerate Mobile Pages, é um projeto paralelo do Google

Enquanto o Google Pagespeed Insights é uma ferramenta usada para avaliar o desempenho de um site em diferentes dispositivos (o que é muito importante para SEO), o AMP, Acelerate Mobile Pages, é um projeto paralelo do Google que visa incentivar as empresas - principalmente grandes editoras de conteúdos e empresas de tecnologia - a criarem páginas mais eficientes, conhecidas como "páginas rápidas", que suportam diferentes formatos e carregam de forma muito mais rápido em mobile.

Entenda definitivamente a diferença entre AMP acelerate mobile pages e pagespeed insights e descubra como essas duas ferramentas vão mudar a forma de otimizar as páginas que sua agência produz.

O que é o Google Pagespeed Insights

O Google tem dezenas de ferramentas valiosas que os profissionais de marketing, agências e webmasters podem usar todos os dias. A grande vantagem aqui é que essas ferramentas podem ajudá-lo a determinar o quão bem a sua indústria está se saindo no geral. 

No caso do Google Pagespeed Insights permite analisar como está a performance do seu site, mostrando onde precisa ser otimizado para deixar a navegação no seu site mais rápida. 

O que é o Google AMP?

Accelerated Mobile Pages é uma versão simplificada da web móvel que roda em uma versão reinventada da linguagem usada para criar páginas da web: HTML.

A AMP tem potencial para ajudar as marcas a acelerar seus sites. O Google alega que há uma queda de 58% quando as páginas demoram 10 segundos ou mais para serem carregadas. Usando o AMP, no entanto, pode melhorar o tempo de carregamento de 15 a 85% nas versões mobile.

O AMP consegue isso tirando tudo o que é "extra" na página para que o site seja carregado mais rápido. Isso significa que os recursos, como os formulários de captura de leads e as seções de comentários na página, serão desativados. Use com cautela.

Por que existe essa confusão entre o AMP e Pagespeed Insights?

Primeiramente temos um problema "cultural", onde o foco em desenvolvimento web para dispositivos mobile, no Brasil, ainda é bem imatura. Mas na prática, o AMP é um conjunto de boas práticas sugeridas pelo Google que visa estruturar as páginas com foco em desempenho para dispositivos mobile, e o pagespeed insights avalia ambas resoluções, tanto mobile quanto desktop.

É importante entender essa diferença porque ambas as ferramentas são indispensáveis para um site rápido e, consequentemente, com boas chances de ranqueamento nas primeiras posições.

Como usar o Google Insights e AMP ao meu favor?

Para usar as duas ferramentas é bem simples, você precisa apenas acessar os links referentes a cada ferramenta, no caso Google Pagespeed Insights e Acelerate Mobile Pages, e seguir o passo a passo que cada um pedirá a você. Após a análise do domínio que você colocou apenas siga o que é preciso fazer para corrigir.

Com o Google Pagespeed Insights, pode-se criar o hábito de realizar análises constantes de desempenho e, com o AMP, configurando todas as páginas necessárias. 

Além disso, as páginas AMP também aparecem antes dos resultados de pesquisa locais. Esta pode ser a razão pela qual o AMP afeta cliques e impressões no Google SERPs, apesar de não ser classificado como um fator de classificação. Como a AMP garante uma renderização mais rápida, também é uma ótima estratégia para reduzir a taxa de abandono da página.

Se o site que você testou teve uma nota muito baixa, você precisa regularizar todos os pontos abordados o quanto antes. De acordo com uma pesquisa do Google, 47% dos consumidores esperam uma página da web carregar em 2 segundos ou menos e 40% das pessoas abandonam um site que leva mais de 3 segundos para carregar.

Com isso você deve tomar de base que a velocidade da página é sim, um importante fator decisivo para que seus visitantes permaneçam no seu site ou não.

Para obter os melhores resultados, analise sempre o seu site com várias ferramentas de teste de performance, especialmente após a personalização do modelo e faça as alterações necessárias para melhorar a velocidade da página.

Após você usar as duas ferramentas de análise e fazer as validações necessárias, você perceberá um aumento significativo de acessos na sua página, pode até ser que você estava sendo prejudicado há um bom tempo e não sabia.

Para ter uma visão mais quantitativa do desempenho do seu site nos mecanismos de buscas, como o Google, não deixe de conferir a WebCEO, que é uma das ferramentas de SEO mais conceituadas do mercado.

Ultimas Publicações do Autor

WEBCEO BRASIL

Ultimas Publicações

Conheça nosso programa de Canais

Se Você é uma Agência, Profissional de Marketing ou SEO, Vou Ajuda-lo a Conhecer As Ferramentas WebCEO.

Marcos Custódio,
Country Manager & Partnerships
Web CEO Brazil