HTTPS: Protocolo de segurança para classificação do seu site

Faça uma avaliação
Gratuita

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
HTTPS: Protocolo de segurança para classificação do seu site
Conteúdo Desenvolvido por:

HTTPS: Protocolo de segurança para classificação do seu site

Conquiste os meios de navegação e torne seu site mais confiável e seguro.

As atualizações no mundo digital são constantes, principalmente quando a questão é confiabilidade e segurança. Na era da tecnologia todo o cuidado é pouco, e com tantas fraudes acontecendo, muitas pessoas tem se policiado na hora de fazer transações via internet.

Para facilitar nossas buscas pela internet o HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure) permite uma navegação mais segura, indicando quando sites são seguros, dessa forma,  as experiências dos usuários tornam-se cada vez melhores.

Muitos sites já utilizam esse protocolo garantindo uma segurança maior aos visitantes, coisas que muitas vezes não percebemos, mas a maioria deles são sites que entramos todos os dias como o Google, Facebook e  e-commerces de todos os segmentos.

Não bastando as atualizações que sempre são a favor dos usuários, em 2014 o Google fez um anúncio de que sites com HTTPS receberiam uma pontuação maior na hora da indexação da página, melhorando o posicionamento do site no ranking de buscas.

Saiba como funciona, os pontos positivos e negativos do protocolo HTTPS e veja como é importante investir na migração dos sites em HTTP.

Como funciona o HTTPS

O HTTPS é a junção de dois protocolos, o HTTP e o SSL (Secure Sockets Layers). Toda vez que um site for acessado é possível identificar o protocolo antes do endereço eletrônico digitado, aparece sempre o código https:// antes da URL. Isso aponta se a página é ou não considerada segura.

O Google Chrome já é programado para esse tipo de identificação, por isso é muito comum acessar um site que não esteja em HTTPS que acuse a possibilidade de uma página não segura antes de ser acessada.

Resumindo o HTTPS é um protocolo criptografado garantindo a comunicação segura entre dispositivo e website.

Leia também: Dados estruturados para alavancar as vendas no E-commerce

Como migrar do HTTP para HTTPS

Migrar um site para HTTPS não é tão simples quanto parece. Contudo, ao observar as mudanças no mundo digital, estar bem posicionado é sempre importante, principalmente em casos de empreendedorismo.

Essa mudança tem se tornado aos poucos essencial para qualquer negócio, estar preparado para um futuro próximo é a melhor maneira de conquistar espaço e melhorar o posicionamento na internet.

Para migrar seu site HTTP será necessária a ajuda de um profissional que seguirá os seguintes passos:

  • Obter um certificado SSL
  • Validar suporte HTTPS de recursos externos
  • Planejar e preparar a migração de protocolo
  • Habilitar protocolo HTTPS e instalar o certificado SSL
  • Atualizar recursos e links internos para HTTPS
  • Atualizar recursos externos para HTTPS
  •  Adicionar a versão HTTPS na Search Console
  • Habilitar suporte HTTP/2
  • Habilitar HSTS
Não deixe de ler - Inbound Marketing: marketing de atração para novos consumidores

Pontos negativos do HTTPS

Tudo é muito objetivo e prático, contudo, esse processo de migração pode acarretar em alguns descontentamentos, ou seja, nesses casos é necessário estar preparado.

É muito comum essa migração interferir na velocidade das páginas do seu site, e qualquer erro pode ser um grande problema, então busque sempre os serviços de um profissional para evitar dores de cabeça.

Porque migrar para o HTTPS

Conquistar clientes e manter visitantes em um site não é uma tarefa fácil, demanda muita dedicação, estrutura e atualização. Manter o site bem posicionado é basicamente um pré-requisito para o sucesso.

Com a migração dos sites para HTTPS já é mais uma maneira de contar pontos e garantir a página entre as primeiras do ranking.

Existem diversos benefícios, tendo como prioridade a segurança, e na documentação do Google três delas são mencionadas:

  • Criptografia;
  • Integridade dos dados;
  • Autenticação.

Para ser considerado um site confiável e estar bem visto, migrar para o HTTPS pode ser uma ótima opção favorecendo seu negócio. Lembrando que isso tem tomado uma proporção maior a cada ano que passa, por isso adaptar-se antes que se torne regra pode elevar seu posicionamento no mundo digital.

Contate um profissional e faça todo o planejamento para que também não haja falhas durante o processo. Conquiste os meios de navegação e torne seu site mais confiável e seguro.

Leia também - WebCEO: conjunto das melhores ferramentas de SEO

Gostou desta publicação? Compartilhe e não deixe de nos acompanhar!

Ultimas Publicações do Autor

No items found.

Ultimas Publicações