Links Internos: Site Wide, outbound e inbound links para SEO

Faça uma avaliação
Gratuita

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Links Internos: Site Wide, outbound e inbound links para SEO
Conteúdo Desenvolvido por:
comercial@webceo.br.com

Links Internos: Site Wide, outbound e inbound links para SEO

Você pode fazer alterações no seu site que transferem autoridade internamente e te fazem ranquear cada vez mais alto. Quer saber como?

Aprenda a aproveitar o máximo do link juice do seu site utilizando as ferramentas da WebCEO que foram criadas especialmente para você rankear melhor no Google. Vamos separar abaixo os 3 tipos de links que você tem no seu site e como trabalhá-los para melhorar seus posicionamentos no Google.

Links Internos

Quanto mais conteúdo e páginas você tem, mais fácil é encontrar uma página que complementa o conteúdo da outra. Aqui no site, por exemplo, falamos de links internos também no Review Completo das ferramentas da WebCEO, no texto de análise on Page e no texto de Erros Internos de SEO: como eles prejudicam seu desempenho.

Com esses textos falando de assuntos parecidos e complementares, podemos criar uma rede de links interna, em que quando o usuário está lendo um artigo, pode complementar o seu aprendizado entrando em outro post do nosso próprio site. Assim, aumentamos a quantidade de tempo que ele fica acessando nosso domínio e podemos impactá-lo de diferentes formas.

A forma ideal de ter uma boa rede de links internos é criando um mindmap de tópicos que você pretende abordar em seu site.

    Depois de criar um mindmap você ver que é fácil perceber as ligações entre os artigos semelhantes. Tudo que você falar sobre SEO pode linkar em outro artigos de SEO e, às vezes linkar para artigos que falem sobre PPC. Ambos assuntos estão dentro de “marketing digital” e poderiam referenciar uma seção de autores de Marketing Digital a qualquer momento.

    Em uma área totalmente separada do seu site estaria a parte institucional dele: página de contato, de “quem somos” e nossos serviços, certo? Essas páginas podem começar a linkar para seu conteúdo de posts e artigos sobre SEO, PPC e Marketing Digital, fortalecendo a estrutura interna.

    Não esqueça também de sempre verificar se seus links internos estão bem criados. Caso mude algo na estrutura do site (redirecionamento de uma página, por exemplo), mude também o link interno para não perder juice, como mostramos no exemplo abaixo:

 

SITUAÇÃO ANTIGA

Página A (faz um link para) Página B.

 

 

SITUAÇÃO NOVA

Página B sofre redirecionamento para Página C.

Então, o Link vai de A para B e de B para C, sendo que o ideal é ir só de A para C.

 

Links Externos

Sites que fazem links externamente com consistência são bem vistos pelo Google. Um belo exemplo disso você deve conhecer: Wikipedia. Com conteúdo sobre todos os assuntos, os que mais ganham destaque são as páginas com vários links externos que corroboram o texto criado ou editado no artigo em questão.

E, mesmo assim, muitos teóricos do SEO propagam que não se deve linkar externamente pois isso “dilui o juice da sua página”. Ao mesmo tempo, você deve conquistar links externos, ou seja: pessoas perdendo o juice da página delas para você. Não é um pouco contraditório?

Não é difícil encontrar pessoas querendo conseguir links de alta autoridade, com ótimas métricas e reclamando que sites como Globo.com não fazem links externos para sites que não sejam do Grupo Globo. Mas, ao ler os textos dessas mesmas pessoas, você pode perceber que não há links externos também.

Para que você tenha um perfil de links externos de sucesso, verifique os seguintes passos:

  1. Se o link não está quebrado Você pode usar a ferramenta da WebCEO para isso, que rastreia todo seu site e encontrar links quebrados para você;
  2. Se o site de destino é confiávelCaso você diga que a Universidade de Harvard apóia seu argumento, você acha que isso corrobora ou não para seu discurso de venda? Então…
  3. Se o site que você está fazendo um link é rápido;Você quer que seu usuário não se frustre com seus links, certo? É comum que sites lentos faça com que leitores se irritem. Um bom exemplo disso é o site da Caixa em época de grande tráfego como saques do FGTS. Por isso, avisar perto do texto âncora que o site de destino é lento é uma boa forma de evitar bounce rate.

Site Wide Links

Seu site tem uma sidebar ou um rodapé? Provavelmente sim, certo? Você já percebeu que eles se repetem em todas as páginas? E já parou para refletir como o Google considera os links dessas áreas?

Os porta-vozes do Google já afirmaram várias vezes que esse tipo de link é considerado como um. Ou seja: mil páginas fazendo links no rodapé são consideradas como apenas uma.

Sabendo disso, você poderia ser diferente da sua concorrência e segmentar os links sitewide por categoria: quando falar de educação, ter uma sidebar personalizada para essa categoria. Essa sidebar seria levemente (para não confundir o usuário) diferente da sidebar das páginas de esportes, por exemplo.

Outra situação muito comum é quando um site faz parte de uma rede de sites e há uma quantidade grande de links no rodapé entre todos esses sites.

Por mais que possa parecer uma boa prática, o Google só vai considerar esses links todos como um. Dessa forma, pode considerar que você está apenas diluindo seu juice e não está ajudando em nada o site de destino.

Com essas informações em mãos, quais alterações pretende fazer no seu site? Eis uma recapitulação básica:

  • checar se seus links internos estão em bom estado;
  • dar uma pequena prévia do que o link de destino entregará para o usuário;
  • apontar links internos de páginas fortes para páginas novas que você quer posicionar;
  • checar se seus links externos vão para páginas confiáveis e rápidas;
  • avisar seu usuário caso o destino do link seja uma página lenta ou em outro idioma;
  • personalizar suas colunas do seu site para que tenham links específicos em cada categoria;
  • evitar troca de links entre sites de uma mesma rede de sites (isso pode gerar penalização no Google!);

Comente abaixo o que você vai fazer no seu site para ajudar outros leitores a refletirem sobre o assunto!

Até o próximo artigo!

Ultimas Publicações do Autor

WEBCEO BRASIL

Ultimas Publicações

Conheça nosso programa de Canais

Se Você é uma Agência, Profissional de Marketing ou SEO, Vou Ajuda-lo a Conhecer As Ferramentas WebCEO.

Marcos Custódio,
Country Manager & Partnerships
Web CEO Brazil