Quem deve se preocupar em ter páginas AMP?

Faça uma avaliação
Gratuita

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Quem deve se preocupar em ter páginas AMP?
Conteúdo Desenvolvido por:
comercial@webceo.br.com

Quem deve se preocupar em ter páginas AMP?

O projeto do Google para desenvolvimento de páginas de carregamento instantâneo em dispositivos móveis possui um público alvo bem definido.

O projeto do Google para desenvolvimento de páginas de carregamento instantâneo em dispositivos móveis possui um público alvo bem definido. Neste texto você vai saber quem deve se preocupar em desenvolver páginas AMP para seu negócio e quais as vantagens que isso traz em cada caso. Vamos lá?

Para que AMP?

A iniciativa AMP - Accelerated Mobile Pages, é um projeto liderado pelo Google e que conta também com o apoio de grandes editoras e grupos de comunicação, como Twitter, The Washington Post, UOL, Chartbeat, entre outros.

O grande objetivo do projeto é desenvolver uma estrutura de páginas mobile de rápido carregamento e com uma experiência de usuário otimizada. A ideia é que o modelo de negócio de anúncios e publicidade online possa conviver com uma interface amigável e não invasiva do ponto de vista de quem acessa as páginas.

A quantidade de acessos realizados por meio de dispositivos mobile cresce a cada dia e a tendência é que em pouco tempo a grande maioria do tráfego online seja feito a partir de dispositivos móveis, principalmente smartphones. Daí a importância de para além da velocidade das redes de internet móvel, otimizar a performance de carregamento de páginas em dispositivos mobile.

AMP é na verdade um formato baseado no HTML em JavaScript. Mais especificamente, é um framework baseado no AMP HTML e no AMP JS. O “AMP” usado antes do HTML e do JavaScript quer dizer que são linguagens com algumas mudanças e melhorias próprias com intuito de atender melhor o objetivo de desenvolver páginas rápidas.

Eu devo transformar minhas páginas em AMP?

Embora o AMP tenha surgido pensando em atender grandes grupos de comunicação e editoras, qualquer empresa que queira ter seu site otimizado para navegação em dispositivos móveis deve criar uma versão AMP de sua página.

Caso o site já seja robusto e complexo, criar a versão AMP será certamente trabalhos e tomará tempo. Mas em termos gerais, desenvolver páginas AMP não é complicado. O próprio site do projeto oficial, o ampproject.org, fornece todas as informações e tutoriais necessários para fazer a migração com sucesso.O projeto oficial aponta três grandes públicos para o AMP. São eles:

  • Editoras e grupos de comunicação;
  • Plataformas técnicas de anúncios;
  • Anunciantes Serviços de publicidade e marketing;

Os grupos de comunicação que mais patrocinaram o projeto foram grandes jornais como The Washington Post e UOL. São grupos que recebem milhões de visitas em seus sites todos os dias e para os quais ter um acesso rápido e eficiente é fundamental para manter seus leitores engajados nas publicações.

Plataformas técnicas de anúncios são ferramentas usadas para colocar anúncios em sites e blogs. Sendo compatíveis com páginas AMP essas plataformas podem ser integradas facilmente, proporcionando a veiculação dos anúncios em páginas com performance otimizada.

Anunciantes podem ser qualquer site que use anúncios online para monetizar o negócio. Desde blogs até sites famosos, ter um carregamento rápido é importante para não perder tráfego orgânico e aumentar a taxa de conversão (cliques em anúncios). Serviços publicitários são campanhas de marketing online que atendem empresas diversas, seja pela produção de conteúdo (blogs, canais de vídeo, etc) ou pelo marketing tradicional de propaganda paga e criação de campanhas de email e outras.

Se você se encaixa em algum desses três, você é um dos grandes alvos do projeto AMP. Caso você seja apenas o dono de um site simples ou blog, certamente também está inserido no grupo, pois, é uma ferramenta para ajudar nos índices de visita e conversão de sua página.

AMP para editoras e grupos de comunicação

O grande foco de páginas AMP para editoras e grupos de comunicação é melhorar a experiência de usuário e as métricas do corebusiness de cada empresa. Um ponto importante nesse sentido é que o carregamento instantâneo oferece uma experiência rápida para página AMP linkadas com serviços como Google, Bing, Linkedin e outras páginas que são otimizadas com essa metodologia.

Dentre, as principais métricas observadas por esses clientes, podemos citar:

  • Tempo gasto no site;
  • Retorno(recursividade de visitantes);
  • CTRs (Click-Through rate) - Em bom português, Taxas de conversão;
  • Visibilidade

A maior velocidade no carregamento de conteúdo faz com que os usuários permaneçam engajados no site independente de onde eles tenham começado a jornada(pode ter sido no próprio site ou por meio de plataformas que linkam para páginas AMP como Twitter e Google). Os anúncios também são mais rápidos e seguros, o que proporciona uma melhor experiência publicitária também.

Além dessas vantagens, donos de páginas AMP tem controle total sobre como o conteúdo é apresentado e qual modelo de negócio e tecnologia usar. Ao mesmo tempo, os KPIs(Key Performance Indicators) geralmente melhoram com a adoção de páginas AMP.

Por fim, uma outra grande vantagem que nem sempre é lembrada é a redução da complexidade. Páginas AMP são simples e podem ser construídas a partir das páginas originais em poucos dias, especialmente se você usa um CMS popular como Wordpress ou Drupal.

O AMP é compatível com diferentes plataformas de forma que a equipe de desenvolvimento não precisa se preocupar em otimizar códigos especificamente para Android, iOS ou Windows OS.

AMP para anunciantes

Um dado fundamental para entender porque anunciantes, desde pequenos blogs até sites com grande penetração: estão criando páginas AMP. De acordo com o ampproject.org, as conversões(usuários que realizam uma ação desejada no site, como clicar em um anúncio) caem 12% a cada segundo extra que a página demora a carregar. Isso significa que alguns poucos segundos de lentidão tem um impacto muito significativo na sua taxa de conversão e, consequentemente, nos resultados financeiros do site.

Para fazer com que os usuários se engajem e melhorar a performance de campanhas para divulgar sua marca, é fundamental acelerar o conteúdo online. O modelo AMP oferece exatamente essa velocidade, seja para blogs focados a veiculação de anúncios, landing pages ou sites institucionais.

As Landing pages são um exemplo importante de como o AMP aumenta a interação dos usuários com sites de anunciantes. Páginas AMP demoram tipicamente um segundo no máximo para carregar. Isso significa que o usuário tem acesso ao conteúdo da landing page imediatamente, na prática, isso deixa os usuários mais suscetíveis a realizarem uma ação desejada pelo site ou fornecer informações que sejam interessantes.

Os anúncios, o ponto central de páginas cujo modelo de negócio é a monetização via plataformas de propaganda online, também são otimizados com AMP para serem carregados de forma mais rápida. Por mais atrativo que um anúncio ou uma página seja, se ela demorar um pouco que seja a carregar, é provável que o usuário simplesmente já não tenha disposição de interagir ou clicar no conteúdo do site.

Um ponto importante, Anúncios AMP podem ser veiculados tanto em páginas AMP como em páginas tradicionais(não aceleradas). Assim, mesmo em páginas não AMP, os seus anúncios serão carregados de forma mais eficiente.

Casos de estudo - Será que funciona?

Alguns casos de estudo são paradigmáticos. Vamos ver alguns dos principais casos nos quais o AMP representou um salto em termos de resultados digitais.

The Washington Post

O famoso jornal americano possui mais de 50% de seu tráfego advindo de dispositivos móveis.Algumas pesquisas indicaram que após 3 segundos de demora para acessar o conteúdo do site, os usuários simplesmente desistiam. Daí a escolha do jornal por acelerar as suas páginas mobile.

Na versão tradicional, 51% dos usuários retornavam ao site dentro de 7 dias. Com a versão AMP, o número aumentou para 63%. O tempo de carregamento de conteúdo ficou 88% mais rápido.  Atualmente, o site AMP do Washington Post publica cerca mil artigos por dia.

Grupo Terra

Os resultados do Grupo Terra, famoso no Brasil e na América Latina, são talvez os mais impressionantes dentre os casos de estudo. Dentre os ganhos obtidos, os principais foram:

  • Tempo de carregamento de página duas vezes menor;
  • Usuários passam o dobro de tempo na página AMP em comparação com a página tradicional;
  • Aumento de 33% na taxa de conversão;

Todos resultados são em comparação com as páginas tradicionais, antes de serem aceleradas.

Gizmodo

O Gizmodo é um dos maiores portais de tecnologia e notícias relacionadas ao mundo geek. Também foi um dos portais que implementaram uma versão AMP para incrementar os seus resultados. A página AMP do Gizmodo já recebe mais de cem mil visitas todos os dias. O site na versão AMP é três vezes mais rápido o principal dado animador para o portal é que 80% do tráfego nas páginas AMP é tráfego novo, ou seja, com a adoção da versão AMP o portal ganhou 80% mais visitantes em relação à página anterior.

Conclusão

Outros casos de estudo interessantes podem ser conhecidos aqui(nós recomendamos a visita). As páginas AMP certamente proporcionam resultados melhores quando comparado com páginas tradicionais que possuem carregamento mais lento.

Dependendo do modelo de negócio de sua empresa, ter um site rápido e com anúncios também eficientes é fundamental. Do ponto de vista técnico a migração para o padrão AMP não é complicado, o que também é uma ótima notícia a todos que trabalham com resultados digitais. O que você achou? Um site AMP pode te ajudar a melhorar a performance de seu site?

Ultimas Publicações do Autor

WEBCEO BRASIL

Ultimas Publicações

Conheça nosso programa de Canais

Se Você é uma Agência, Profissional de Marketing ou SEO, Vou Ajuda-lo a Conhecer As Ferramentas WebCEO.

Marcos Custódio,
Country Manager & Partnerships
Web CEO Brazil